Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/02/15 às 20h51 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Apelo à união marca abertura do ano legislativo no DF

COMPARTILHAR

Governador e secretários(as), entre eles(as) Marise Nogueira, da Semidh, compareceram à sessão na Câmara Legislativa

Janaína Michalski
Repórter da Ascom Semidh

MATÉRIA LEGISLATIVOBrasília (03/02/2015) – Uma palavra marcou a solenidade de abertura dos trabalhos de 2015 da Câmara Legislativa nesta terça (3): união. O sentimento foi expressado tanto pelo governador Rodrigo Rollemberg como pela presidente da Casa, Celina Leão (PDT).

“Quero conclamar a todos para darmos as mãos e trabalharmos unidos em prol do DF”, disse o governador. Já a deputada afirmou que “os imensos desafios do DF neste momento são suficientes para unir as diferentes vertentes políticas da casa”.

A solenidade contou com a presença de parlamentares, representantes do GDF e da sociedade civil. A secretária da Mulher, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Marise Nogueira, que participou do evento, disse só acreditar em avanços com união.

“Não existe democracia nem com um, nem com dois poderes. Democracia é com os três poderes em conjunto com a sociedade. Então, para que algumas das nossas ações sejam legitimadas e tenham o efeito esperado, não tem como não dependermos do Legislativo e do Judiciário, que são grandes parceiros nossos. Principalmente em relação à questão da violência contra mulheres, negros e demais segmentos sociais”. 

Pacto pela vida – No seu discurso, Rollemberg citou o “Pacto pela Vida”, programa de combate à violência inspirado em bem sucedida campanha em Nova Iorque e recentemente implantado em Pernambuco e em Minas Gerais, como uma das suas prioridades de governo.

Segundo a secretária Marise, o programa está alinhado à agenda dos direitos humanos e será trabalhado pela Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semidh) junto com a Secretaria de Segurança Pública.

“O ‘Pacto pela Vida’ tem uma importância vital para o cidadão e para a nossa Secretaria porque nós trabalhamos no enfrentamento à violência contra a mulher, à violência racial, à violência contra grupos vulneráveis como de pessoas idosas, com deficiência, LGBT – seja homofobia ou transfobia – e pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica”, destacou a secretária.

Ascom Semidh
3425-4779 e 3961-1782