Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/11/13 às 10h12 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Brazlândia recebe atividade destinada às artesãs

COMPARTILHAR

Durante o Encontro de Economia Feminista e Solidária, marcado para o dia 20, moradoras da cidade poderão concorrer ao Selo Rede Mulher Artesã 

A Secretaria da Mulher do DF realiza, no dia 20, das 14h às 17h, no antigo museu de Brazlândia, na Orla do Lago Veredinha, o Encontro de Economia Feminista e Solidária, dirigido a grupos de artesãs da cidade. Durante o encontro, elas podem se cadastrar para concorrer à seleção do Selo Rede Mulher Artesã. O selo funciona como uma certificação e tem como objetivo articular rede de compra, facilitar o escoamento da produção e difundir princípios da economia feminista e solidária.  

De acordo com os técnicos da Secretaria, é necessário que as artesãs levem cinco peças de sua autoria dos melhores produtos e que utilizem diferentes técnicas artesanais. Todas as peças serão fotografadas para fazer parte do catálogo virtual e físico. Os grupos selecionados, além de fazer parte dos catálogos físicos, receberão certificação, etiquetas de preço, folders, acesso a serviços e políticas e inserção na rede de comércio justo e solidário.

No encontro, vários órgãos estarão presentes para prestar atendimento, tirando dúvidas e orientando as artesãs. Além da Secretaria da Mulher, também estarão no local as secretarias da Micro e Pequenas Empresas e Economia Solidária; do Trabalho; da Cultura; o Instituto Federal de Brasília; o Sebrae; o BRB; e a BPW (Associação de Mulheres de Negócios), entre outros.

DesAfora esse, mais dois dois encontros de Economia Feminista e Solidária estão agendados para este ano: Candangolândia, no dia 27, a partir das 14h, no Salão Comunitário; e Paranoá, em 4 de dezembro, no mesmo horário, no Salão da Administração Regional da cidade.

Reunião – No último dia 5, as artesãs de Brazlândia reuniram-se, no auditório da Administração Regional da cidade, com representantes da Secretaria da Mulher para tratar de assuntos referentes ao projeto Selo Rede Mulher Artesã. Todas as informações sobre o credenciamento e a seleção foram apresentadas.

O Programa Rede Mulher, sob a ótica do eixo Rede Mulher Artesã, procura promover a autonomia das artesãs e trabalhadoras manuais. É uma iniciativa da Secretaria da Mulher e conta com o apoio do Governo do Distrito Federal, Administrações Regionais entre outros órgãos e entidades.

Dentro deste programa, foi desenvolvido o Projeto Selo Rede Mulher, cujo trabalho é norteado pelo princípio da economia solidária, onde serão selecionados 50 empreendimentos coletivos, grupos formais e informais e associações de todo o Distrito Federal para participar. 

As artesãs que não fazem parte de nenhuma organização podem formar um grupo com, no mínimo, três componentes, criando um empreendimento coletivo. Assim, podem se inscrever para participar da seleção. Os grupos são cadastrados durante os Encontros de Economia Feminista e Solidária – organizados pela Secretaria da Mulher juntamente com seus parceiros.

 

Encontros do Selo Rede Mulher

Com informações da Administração Regional