Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/12/16 às 17h21 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

AVISO DE PAUTA para o dia 16/12/2016 – Casa da Mulher Brasileira

COMPARTILHAR

Nesta sexta-feira, dia 16 de dezembro de 2016, às 15 horas, será realizada Cerimônia Cidadã em Celebração à Casa da Mulher Brasileira, suas histórias de superação e às mulheres que nela passam, na sede da instituição que fica na 601 Norte, atrás do Serpro e ao lado da Codevasf. A cerimônia será realizada pela Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) e Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Justiça e Cidadania.

Este ano, a Casa da Mulher Brasileira atendeu mais de quatro mil mulheres em situação de vulnerabilidade e promoveu cursos profissionalizantes para mais de 470, apesar da paralisação parcial dos serviços da Casa, por causa das fortes chuvas de outubro. A formação profissionalizante se deu por meio de parceria com o PRONATEC Mulheres Mil do Governo Federal e da Secretaria de Educação do Distrito Federal. Os cursos foram nas áreas de Cuidadora de Idosos, Recepcionista, Costureira em Máquina Reta e Overloque, Massagista, Modelista de Roupas, Assistente Administrativo, Recepcionista em Serviços de Saúde, Agente Comunitário em Saúde, Copeira, Manicure e foram realizados na Casa da Mulher Brasileira, no CEAM de Ceilândia, no CEAM da Estação do Metrô da 102 Sul, no CEAM de Planaltina e na Fábrica Social.  

Por meio da Secretaria Adjunta de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, a rede de proteção à mulher do governo de Brasília tem buscado não só acolher as mulheres que sofrem violência, como também prestar atendimento integrado por intermédio dos quatro CEAMs (Centros Especializados em Atendimento à Mulher), um Ônibus da Mulher, uma Casa Abrigo e nove Nafavds (Núcleo de Atendimento às Famílias e aos Autores de Violência Doméstica), voltados para o agressor. Este último é um trabalho pioneiro no país, que pode vir a ser nacional por causa de um projeto de lei já aprovado no Senado Federal e em tramitação, em regime de urgência, na Câmara dos Deputados. Além disso, na Casa funciona o GT Contra o Femínicídio, uma instância de governo e sociedade.

A Casa da Mulher Brasileira, considerada um marco no acolhimento à mulher, oferece apoio de assistência social, psicológica e jurídica, acesso a órgãos como delegacias, juizados especiais e Ministério Público, alojamento de passagem, acolhimento para crianças de zero a 12 anos, serviços de saúde para os casos de vítimas de violência sexual, além da promoção da autonomia econômica.

A Casa da Mulher Brasileira é uma das portas de entrada para a participação em programas que tornem a mulher economicamente independente e tem como missão promover políticas públicas que garantam proteção e inclusão social, trabalho, emprego e renda, com respeito à diversidade e equidade de gênero e raça.

Serviço
Reabertura da Casa da Mulher Brasileira

Data: 16 de dezembro de 2016

Horário: 15 horas

Local: CMB – 601 Norte

ASCOM – Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) – 33483591 – 33483500