Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/07/15 às 14h57 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Caravana da Juventude Negra estaciona no Recanto das Emas

COMPARTILHAR

Projeto tem o objetivo de promover a inserção de jovens negros no mercado de trabalho

CJNinternaResultado de convênio entre a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Semidh-DF), a Caravana da Juventude Negra está sendo implementada no DF desde o fim de junho, com atividades que vão até setembro.

Ao todo, 12 cidades serão contempladas. Desta segunda-feira (13) a sábado (18), a Caravana da Juventude Negra estará no Recanto das Emas, na quadra 101, próxima ao Centro de Saúde nº 2. O objetivo principal do projeto é promover a inserção de jovens negros no mercado de trabalho, a partir da qualificação profissional em áreas relacionadas a tecnologias da comunicação, inclusão digital, mídias sociais e empreendedorismo.

“Com isso, o Estado dá um passo para a efetivação de políticas afirmativas, essenciais ao combate ao racismo e à promoção da igualdade racial”, afirma Vera Araújo, secretária-adjunta de Igualdade Racial da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Até agora, a Caravana da Juventude Negra já passou por Gama e Santa Maria. Jovens e adultos participaram de cursos de informática, áudio-visual, internet (sites, blogs e redes sociais), de cinegrafista e de empreendedorismo. Os cursos, de até 36 horas de duração, são realizados de segunda a sábado, sem custo para os interessados. Para se inscrever, é só ir até o local. No final, será entregue certificado.

Nesta semana, 17 adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa participarão dos cursos de informática básica e criação de blogs, sites, mídias digitais; e das oficinas de elaboração de projetos para capacitação de recursos e elaboração de projetos culturais e criação e montagem de reportagem nas comunidades.

O estudante Rafael de Jesus, 15 anos, visitou a Caravana durante a passagem por Santa Maria. “Tenho muito interesse na área de informática; quero fazer faculdade de Tecnologia da Informação. Por isso, quanto mais cedo eu começar a investir em cursos profissionalizantes, melhor. Gostei muito do curso e, quem sabe, até consigo montar um blog da cidade”, projeta.

Pioneira em todo o país, a Caravana responde à implementação do Programa Juventude Viva no DF, e leva em conta estatísticas que expõem a desigualdade racial como fator de vulnerabilização da juventude negra.

Retrato – Historicamente excluídos pelo preconceito gerador da discriminação, jovens negros são frequentemente associados a atos ilícitos, produzindo um olhar social de criminalização de suas próprias identidades e manifestações culturais, religiosas, estéticas, o que compromete a autoestima e o futuro de crianças, adolescentes, enfim, da juventude.

Ao mesmo tempo, as barreiras de acesso da população jovem negra a bens e serviços públicos impedem ou restringem que este segmento possa se beneficiar das políticas institucionais de educação e formação profissional, reduzindo sua possibilidade de ingresso no mercado de trabalho formal, assim como sua capacidade de empreender, individual ou coletivamente.

Visando contribuir para a mudança desta realidade, a Caravana da Juventude Negra vai propiciar qualificação profissional, fortalecer o desempenho educacional, elevar a autoestima e descobrir e revelar talentos, oferecendo aos jovens oportunidades de um futuro mais promissor. Com isso, o governo de Brasília e o governo federal reafirmam o compromisso com a efetivação de políticas afirmativas, essenciais ao combate ao racismo e à promoção da igualdade racial.

Caravana da Juventude Negra
Quando: de 13 a 18 de julho
Local: Quadra 101 do Recanto das Emas, próximo ao Centro de Saúde nº 2
Informações: 3961-1782

Com informações da SEPPIR-PR