Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/08/15 às 12h07 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Caravana da Juventude já atraiu mais de dois mil jovens

COMPARTILHAR

Varjão é a sétima região a receber o projeto

A Caravana da Juventude Negra chega ao Varjão nesta segunda-feira (10) e permanece até sábado (15), no Estacionamento da Escola Classe Varjão. O projeto começou em junho deste ano e passou por Santa Maria, Gama, Recanto das Emas, Samambaia, Paranoá e São Sebastião. Jovens e adultos participaram de aulas de informática, audiovisual, internet, cinegrafia e empreendedorismo.

Ao todo, 12 regiões administrativas receberão a Caravana da Juventude Negra, cujo objetivo é promover a inserção dos jovens negros no mercado de trabalho, focando em áreas atrativas para essa faixa etária, como a tecnologia da informação e o audiovisual. Atualmente em execução, a Caravana é realizada em áreas previamente identificadas como de grande vulnerabilidade para a juventude negra.

“O programa é, ao mesmo tempo, de formação tecnológica e de inclusão digital” afirma a secretária-adjunta de Igualdade Racial da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Vera Lúcia Araújo. Um balanço das cinco primeiras cidades que receberam o projeto aponta que 363 jovens já receberam certificados nos cursos de qualificação, sendo que o último dia 1º, a caravana já mobilizara um contingente de 2.600 jovens.

Nas três primeiras semanas, 61 grupos – num total de 183 pessoas – já haviam gravado produções audiovisuais na Caravana. Vera Lúcia destaca o exemplo de um jovem cantor de música sertaneja, morador do Recanto das Emas. Jovem, negro, cego e de periferia, o rapaz é também um exemplo das muitas pessoas que, para além de potencial e talento, também acumulam características de “discriminações cruzadas”, ou cumulativas, por se encaixarem simultaneamente numa série de categorias que sofrem preconceitos.

Oportunidade de qualificação – Dentro de uma carreta equipada com computadores, mesa de som e ilha de edição de vídeo, serão ministrados cursos de informática, de sites e páginas nas redes sociais, de cinegrafista, entre outros. No espaço ainda terão oficinas e palestras sobre empreendedorismo.

As turmas têm de oito a 50 vagas, dependendo da atividade, e os formulários de pré-inscrição estão disponíveis na internet. No entanto, a inscrição será feita no local e por ordem de chegada. Os cursos, de até 36 horas de duração, ocorrem de segunda a sábado, das 8 às 21 horas, sem custo para os interessados.

Caravana da Juventude Negra
De 10 a 15 de agosto
Das 8 às 21 horas
Estacionamento da Escola Classe Varjão
Gratuito

Carol Sales da Mota
Ascom Semidh
3403-4915 / 99818735