Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/02/15 às 20h35 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Casa da Mulher Brasileira do DF deverá ser entregue em abril

COMPARTILHAR

Equipamento reunirá num só local todos os serviços de atendimento à mulher em situação de violência

Janaína Michalski
Repórter da Ascom Semidh

Brasília (06/02/2015) – Em visita às obras da Casa da Mulher Brasileira de Brasília nesta sexta-feira (6), a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, disse que a construção deverá ser concluída entre o final de março e a primeira quinzena de abril. Em seguida, serão instalados os equipamentos necessários para o funcionamento.

A de Brasília será a segunda Casa da Mulher Brasileira a ser inaugurada no Brasil. A primeira, de Campo Grande (MS), foi entregue nesta semana. Ao todo, serão construídas 27 Casas, uma em cada unidade da federação. O equipamento reúne num só local todos os serviços de atendimento a mulheres em situação de violência.

O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, e a secretária de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Marise Nogueira, participaram da vistoria às obras, que contou ainda com a participação da secretária adjunta de Políticas para as Mulheres, Cleide Lemos.  

Para Rollemberg, a Casa é uma estrutura completa, que facilita a vida da mulher que procura o apoio para enfrentar a violência. “O GDF vai tomar todas as medidas para que a Casa seja um exemplo de atendimento à mulher e de enfrentamento, combate e punição à violência contra ela”, assegurou o governador. 

Sobre o conjunto de ações de combate à violência de gênero no DF, Marise Nogueira disse que a Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semidh) tem dado continuidade às ações em curso, com os centros especializados de atendimento à mulher (Ceam), Casa Abrigo e os núcleos de atendimento a famílias e autores de violência doméstica (Nafavd), entre outros equipamentos.

“Temos certeza que a Casa da Mulher vai melhorar e multiplicar os esforços que já vem sendo feitos”, disse a secretária.

A ministra destacou a importância da parceria com o GDF. “Acreditamos, pela disposição do governador do Distrito Federal e da sua equipe, através da secretária Marise e da equipe dela na Semidh, que teremos uma excelente convivência e uma parceria que dará frutos não para nós, mas para as mulheres de Brasília, do DF”, concluiu Eleonora Menicucci.

Com capacidade para atender 250 mulheres por dia, o projeto de 3.600 m2, erguido num terreno de 8.000 m2, vai funcionar 24 horas, com 126 funcionários em 95 postos de trabalho simultâneos. No local, vão funcionar delegacia de polícia, Defensoria Pública, Promotoria, Vara de Justiça, além de serviços de apoio psicológico e social.

O Governo Federal pretende inaugurar, em parceria com os estados e municípios, 27 Casas em capitais com a mesma estrutura física e operacional, além de mais dez centros de atendimento às mulheres em regiões de fronteira, com tamanho reduzido, mas com a mesma integração de serviços.

Ascom Semidh
3961-1782 e 3425-4779