Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/10/17 às 21h48 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

CDDN será empossado este mês

COMPARTILHAR

O Conselho de Defesa dos Direitos do Negro (CDDN), durante a primeira Reunião Ordinária, decidiu que a posse dos Conselheiros será na segunda quinzena de outubro com a presença do governador Rodrigo Rollemberg. O encontro foi na manhã de hoje (3), na Sala dos Conselhos, na Secretaria Adjunta de Política para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos da #Sedestmidh.

Os conselheiros se comprometeram  com a realização da  IV Conferência de Promoção da Igualdade Racial, durante o mês da Consciência Negra, comemorado em novembro.

O presidente do Conselho e subsecretário de Igualdade Racial, Victor Nunes, anunciou, durante a reunião, que as entidades Rede Afro LGBT e INAO farão parte da retomada dos trabalhos do Conselho. O que para ele tem como consequência uma maior diversidade de grupos sociais, como por exemplo, os LGBT, juventude, idosos e as pessoas ligadas a religiosidade de matriz africana ou não.

Outra pauta que terminou com um posicionamento favorável na manhã de hoje, foi a adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial – SINAPIR. O Sinapir representa uma forma de organização e articulação voltadas à implementação do conjunto de políticas e serviços para superar as desigualdades raciais no Brasil, com o propósito de garantir à população negra a efetivação da igualdade de oportunidades, a defesa de direitos e o combate à discriminação e as demais formas de intolerância.

O Conselho tem formação paritária por representantes do governo e da sociedade; é presidido por Victor Nunes (subsecretário de Igualdade Racial) e por Thaís Dias; Francisco Batista; Daniel de Jesus, Rede Afro LGBT, Antônio Gomes, da Federação; Sérgio Garcez, INAO; Valneide Nascimento, INAO; Sérgio da Silva Unegro-DF; Victor Nunes; João Rey; Júlio Pereira, NCN-DF; Mãe Bahiana, Palmares; Artur Araújo, NCN; Olavo Vianna, OAB-DF; Andréa Valentim, SEPPIR; Lucimar Martins, Cernegro.

 

Por Camila Piacesi