Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/12 às 18h57 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Construindo a equidade de gênero

COMPARTILHAR

Servidoras e servidores da SEM-DF são empoderadas para, juntas com a sociedade, formarem uma rede orgânica de promoção da emancipação e da autonomia das mulheres do Distrito Federal 

Ontem, 17, foi a vez das servidoras e dos servidores da Secretaria de Estado da Mulher participarem do projeto “As Mulheres dão as Cartas”, idealizado por meio da ação “Mutirão de Informação, Formação e Cidadania”. O encontro durou toda a tarde e aconteceu no auditório da Terracap.

Participaram da atividade as servidoras e servidores do gabinete; do Centro de Referência de Atendimento à Mulher; do Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica; da Casa Abrigo; das subsecretarias da pasta; e demais setores vinculados ao órgão. Ainda compareceram ao evento três conselheiras do Conselho dos Direitos da Mulher do Distrito Federal, representando a PMDF, OAB-DF e SEPLAN.

O “Mutirão de Informação, Formação e Cidadania” concentra as principais áreas de atuação da SEM-DF: o enfrentamento à violência contra as mulheres e o enfrentamento à desigualdade de gênero sob a ótica da emancipação feminina. Neste contexto, durante as atividades, além de conhecerem mais sobre os direitos da Mulher, como a Lei Maria da Penha, as participantes têm a oportunidade de debater a condição e a posição da mulher na sociedade; o que é gênero; as diferenças entre o masculino e o feminino; machismo; patriarcalismo; entre outros assuntos.

“No encerramento de cada edição do projeto, há a apreciação e aprovação de uma carta de construção coletiva do grupo sobre temas relacionados à Lei Maria da Penha e questões de gênero. As cartas são instrumentos de multiplicação do conhecimento construído pelo grupo. Hoje, vocês, servidoras e servidores da SEM-DF, estão elaborando uma carta que fará parte de um legado que a pasta deixará para a posteridade”, disse a secretária de Estado da Mulher, Olgamir Amancia.

A dinâmica da atividade aconteceu de forma diferenciada das demais, mas com o mesmo objetivo. Após uma explicação de como funciona do projeto, feita pela subsecretária de Políticas para as Mulheres, Sandra Di Croce Patricio, as participantes entraram no jogo e todas, individualmente ou em dupla, responderam as 24 questões colocadas no baralho do jogo, que inclui perguntas relacionadas ao enfrentamento à violência, direitos da mulher e questões de gênero.

Por meio dos Mutirões Rede Mulher, a SEM-DF está percorrendo o Distrito Federal e a Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (RIDE) com o Projeto “As Mulheres dão as Cartas”. Ao todo, as 41 edições dos Mutirões realizadas desde maio de 2012 já empoderou mais de 1730 pessoas, incluindo homens e mulheres. O último encontro do projeto acontece nesta quinta-feira, 20, no auditório do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, a convite da secretária Olgamir Amancia e do Comandante Geral da corporação, Cel. Gilberto Lopes da Silva.