Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/13 às 16h52 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Encontro capacita trabalhadoras da indústria

COMPARTILHAR

Secretária falou sobre a promoção da igualdade no mundo do trabalho

Igualdade de oportunidade no trabalho e na sociedade. Foi com este tema que a Secretaria para Assuntos do Trabalho da Mulher, do Idoso e da Juventude da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI) iniciou, na manhã de ontem, o 2º Encontro Nacional de Mulheres Trabalhadoras do Plano da CNTI.

NotíciaNa ocasião, a Secretária da Mulher, Olgamir Amancia, ministrou uma palestra sobre “O Papel das Políticas Públicas na Promoção de Igualdade”. Cerca de 200 mulheres, trabalhadoras de vários estados, como Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais participam do encontro, que termina hoje. As atividades são realizadas no Centro de Treinamento Educacional da CNTI/CTE, em Luziânia (GO).

Olgamir Amancia lembrou que o fato de homens e mulheres serem diferentes não deve constituir-se como uma condição para tornarem-se desiguais. “Essas diferenças são utilizadas para colocar as mulheres em uma condição de desigualdade, colocando-as em um patamar de inferioridade, incluindo no mundo trabalho realizado nas indústrias do país”, comentou a secretária de Estado.

Desde a criação da pasta, a Secretaria trabalha para articular e propor políticas públicas e efetivar ações voltadas para a qualificação profissional das mulheres e para a sua inserção no mercado de trabalho, como é o caso dos programas Mulheres na Construção e Prospera Mulher. “Mas, ainda assim, precisamos caminhar mais, estabelecendo novas políticas públicas, promovendo a autonomia econômica dessas mulheres aliada à conscientização sobre seus direitos e posição na sociedade”, enfatizou Olgamir Amancia.

Ao final, a secretária de Estado fez menção a outras políticas públicas que beneficiam as mulheres como um todo, como é o caso da Carreta da Mulher; da vacinação contra o HPV em meninas (inclusive, uma pauta que está no Congresso Nacional para ser estendida a todo o país); da campanha do Outubro Rosa; e do projeto GDF Fazendo Gênero na Escola.

Transformação – Sônia Maria da Silva, secretária de Assuntos do Trabalho da Mulher, do Idoso e da Juventude da CNTI, explicou que, apesar do aumento do número de trabalhadoras na indústria, ainda existe um machismo muito latente. “Em nossos encontros, procuramos esclarecer os direitos de cada uma, estimulando a ascensão das mulheres no mercado de trabalho e na sociedade”, expôs.

Ela lembra que além do mercado de trabalho, o sistema educacional também vem incorporando, ao longo do tempo, as mulheres. “Esse espaço tem sido conquistado pela suas lutas, fazendo diminuir a distância entre homens e mulheres. Mas ainda existem desigualdades salariais, para trabalho de igual valor como também por outros fatores, tais como a revista íntima e o assédio moral e sexual”, lamentou a secretária da CNTI.

A jornalista e escritora Mia Malafaia parabenizou à Secretaria de Estado da Mulher, na pessoa da secretária Olgamir Amancia, pelo trabalho realizado ao longo destes anos e destacou a importância destas políticas públicas na promoção dos direitos da mulher e no enfrentamento à violência doméstica e familiar, ainda vivenciada pela família de muitas trabalhadoras (e pelas trabalhadoras) da indústria.

ASCOM SEM-DF

61 3961-1782