Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/04/14 às 20h54 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

GDF investe na humanização do transporte público

COMPARTILHAR

Secretaria da Mulher participa da capacitação dos rodoviários

Notícia DF Trans

Brasília (03/04/2014) – “Muitas vezes as mulheres se sentem intimidadas e acabam ficando com medo de denunciar. Nessa hora é que vocês precisam entrar em ação e orientá-las, ligando no 190 ou parando o ônibus próximo a uma delegacia”, afirmou a secretária da Mulher, Olgamir Amancia, ao falar sobre o problema do assédio sexual nos ônibus, durante palestra de abertura do curso de capacitação dos rodoviários do sistema de transporte público do Distrito Federal, nesta quinta-feira (3), na Escola de Trânsito do Detran.

O curso é patrocinado pelo DFTrans, dentro do projeto “Gentileza Urbana”, que busca oferecer aos passageiros um atendimento com respeito e dignidade, e tem o apoio da Secretaria da Mulher.

Além de dar detalhes sobre a campanha contra o assédio sexual no transporte público, recentemente lançada pela Secretaria, Olgamir distribuiu entre os rodoviários exemplares da cartilha que orienta as mulheres e demais pessoas a saber como reagir no caso de assédio no interior dos ônibus. Ela falou ainda sobre o decreto 35.269, assinado pelo governador Agnelo Queiroz a pedido da Secretaria da Mulher, que permite às mulheres descerem fora da parada, depois das 22h. 

Segundo a secretária, a colaboração dos funcionários das empresas de ônibus dá uma proteção maior às mulheres no âmbito das duas medidas. “Não podemos tolerar nenhum tipo de violência contra a mulher. Não podemos aceitar o assédio, essas agressões como sendo uma coisa normal”, destacou. Olgamir acrescentou ainda que permitir que a mulher desça do veículo fora do ponto oferece menor risco e maior segurança a elas.   

A coordenadora do curso, Daiane Timóteo, disse que os funcionários estão sendo treinados para serem gentis com os passageiros, procurando fazer a sua parte nesse processo de humanização do atendimento nos ônibus. “Assim trabalharemos em conjunto para que o ambiente do transporte público se torne mais agradável, dando conforto e respeito aos usuários”, frisou.

Reunião – Na quarta (2), a secretária da Mulher, Olgamir Amancia, já havia se reunido com o diretor do DFTrans, Marco Antônio Campanella, para tratar da capacitação das/dos rodoviárias/os. Representantes das empresas e cooperativas também participaram do encontro.

A reunião foi um desdobramento do pacote de melhorias e investimentos anunciado na terça (31) pelo governador Agnelo Queiroz. Entre as novidades, está o programa “Gentileza Urbana”, que promete iniciar uma transformação profunda no transporte local, principalmente em relação à valorização e respeito aos passageiros.

“A Secretaria da Mulher, juntamente com outros órgãos de governo, tem trabalhado para garantir uma série de medidas que visam à segurança e à integridade física das mulheres. Primeiro, lançamos a campanha contra o assédio nos ônibus; solicitamos ao governador Agnelo Queiroz a sanção do decreto e, agora, trabalharemos na ponta, orientando os rodoviários”, disse Olgamir Amancia.

Ela afirmou ainda que a colaboração das empresas e cooperativas de transporte público será determinante para garantir a efetividade do decreto. Campanella disse concordar com a avaliação da secretária e colocou o DFTrans à disposição da Secretaria da Mulher, dos demais órgãos do governo, da sociedade e das permissionárias.

O curso capacitará, entre abril e outubro deste ano, cerca de 500 rodoviários. Pelo cronograma, serão 17 horas/aula, ministradas às terças e quintas-feiras, na Escola de Trânsito do Detran. Na instrução, os participantes receberão uma cartilha com temas voltados à cidadania no trânsito, direitos e deveres dos usuários (que inclui o decreto nº 35.269) e como agir nos casos de assédio sexual nos ônibus, entre outros assuntos.

A primeira aula será nesta quinta (3), a partir das 9h, com palestra da secretária Olgamir Amancia. “As temáticas que envolvem o recorte de gênero serão ministradas pela equipe da Secretaria da Mulher durante todo o curso”, explica Olgamir, colocando a pasta à disposição das empresas e cooperativas caso desejem levar a temática para outras capacitações.

Kleibert Fernandes, coordenador operacional da Piracicabana, uma das empresas que integra o sistema de transporte público, disse que o investimento na capacitação do corpo de funcionárias/os é fundamental para a melhoria do atendimento. “A cada quatro meses, oferecemos cursos e palestras destinados a toda a equipe. Em todas as ocasiões, oferecemos informações sobre como proceder em casos de assédio sexual”, esclareceu o diretor.

Ana Carolina Dinardo e Carol Sales
Ascom SEM/DF
3961-1782 e 3425-4779