Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/09/19 às 17h10 - Atualizado em 3/09/19 às 17h12

Gestora Pública da Secretaria da Mulher participa de reunião em Honduras

COMPARTILHAR

 

Servidora debaterá sobre “Experiências efetivas para a prevenção e proteção da violência contra a mulher”

 

 

Nos dias 04 e 05 de setembro acontecerá, na cidade de Tela, em Honduras, a Segunda Reunião do Grupo Técnico Subsidiario sobre la Prevención de la Delincuencia, la Violencia y la Inseguridad, promovido pela Organização dos Estados Americanos – OEA/OAS. A psicóloga e gestora em políticas públicas da Secretaria da Mulher, Isabel Cristina Ribeiro, será a responsável pela apresentação e debate sobre a “Atencao a Famílias e Autores de Violência Domestica”.

 

Tendo como título “Mulheres, Paz e Segurança nas Américas”, o objetivo da reunião é aprofundar as discussões sobre a Prevenção da Violência contra a Mulher, Participação da Mulher no Setor de Segurança e Justiça e também discutir a situação das Mulheres em privação de liberdade.

 

Isabel irá compartilhar o trabalho dos Núcleos de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica do Distrito Federal. Os núcleos são referência para todo o Brasil e realizam, desde 2003, acompanhamento psicossocial com mulheres e homens envolvidas/os em situações de violência doméstica e familiar e a viagem não terá ônus para o GDF. Os NAFAVDs destacam-se pelo pioneirismo na intervenção com autores e por desenvolverem intervenções interdisciplinares e reflexivas a partir de perspectivas feministas de gênero e direitos humanos. Visam propiciar espaços de escuta, reflexão e empoderamento de mulheres em situação de violência doméstica e familiar e também realizar trabalho de responsabilização, reeducação e reflexão com autores/as de violência doméstica. Com uma metodologia de grupos reflexivos, busca favorecer a construção de formas assertivas para a resolução dos conflitos e superação da dinâmica relacional violenta, além de atuar em articulação com a Rede de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e demais serviços oferecidos pelo Governo do Distrito Federal.

 

Para a gestora do GDF e única representante do Brasil na reunião, é um importante reconhecimento do serviço prestado pela Secretaria da Mulher no trabalho com os autores de violência. Embora existam ações em outros Estados, os Nafavds são o único programa hoje no Brasil, institucionalizado enquanto política pública, que trabalha com os homens autores de violencia. “Nós temos dezesseis anos de trabalho com os autores de violência no DF e o primeiro Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica foi inaugurado antes mesmo da existência da Lei Maria da Penha, que ao prever no seu texto este tipo de ação, fortalece o trabalho, pois estamos dando cumprimento à Lei”, destacou.