Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/08/17 às 18h40 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Inauguração do Ambulatório Trans do DF

COMPARTILHAR

O Governo de Brasília vai inaugurar o primeiro Ambulatório Trans do DF, na segunda-feira, dia 14 de agosto de 2017, às 14h30, no Hospital Dia, situado na  508/509 Sul. A unidade abrigará equipe multiprofissional que promoverá o atendimento à população trans, com início do serviço previsto para 22.

O Ambulatório TRANS, no âmbito da Secretaria de Saúde, contará inicialmente com serviços de endocrinologia, assistência social, psiquiatria e psicologia. 

Dentre as atividades propostas estão a formação de dispositivo com Pessoas da Sociedade Civil e Poder Público e uma programação cultural com apresentações artísticas, além de grafites que serão confeccionados em locais externos do Hospital Dia, com temática alusiva às pessoas trans e identificação do ambulatório.

À frente da programação de inauguração do ambulatório estão a Secretaria de Saúde e a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e direitos Humanos, além das seguintes instituições sociais e unidades do serviço público: Instituto Brasileiro de Transmasculinidade (IBRAT); Associação do Núcleo de Apoio e Valorização à Vida de Travestis, Transexuais e Transgêneros do Distrito Federal e Entorno (ANAVTRANS); União Libertária de Travestis e Mulheres Transexuais; Defensorias Públicas da União e do Distrito Federal, Coordenação de Diversidade da Subsecretaria de Direitos Humanos e CREAS da Diversidade da Subsecretaria de Assistência Social.

Atrações culturais confirmadas:

Kika Sena: Kika Sena é poeta e slammer, mulher trans e travesti, vive em Brasília (DF) e vai lançar seu livro “Periférica”, com prefácio de Amara Moira, com a padê editorial, uma editora formada por mulheres negras e que prioriza publicar autores negros e LGBTs, com livros feitos de maneira artesanal e sem atender às regras do mercado editorial. 

Fernando Franq: É um homem trans, artista interseccional, trabalha em vários âmbitos das Artes procurando sempre trazer à tona a lembrança de que existência é pluralidade. Estará na inauguração com suas músicas autorais. Fernando é o nome da vida, Franq da guerra-artistica do ser.

TransCrew Graffiti – DF: A TransCrew Graffiti é formada por pessoas transgêneras e nasceu a partir da oficina TransGraffiti ministrada pelo graffiteiro Ozi e organizada pelo curador Marco Teobaldo, na ocasião da exposição OZI: 30 anos de arte urbana no Brasil, na Caixa Cultural em Brasília. A crew conta ainda com apoio técnico de dois graffiteiros do Distrito Federal, Brixx e Guga Baygon, além da parceria com CREAS da Diversidade e Mães pela Diversidade. O TransCrew Graffiti irá grafitar parte da parede da entrada do ambulatório.

Serviço:

Inauguração do Ambulatório Trans do DF

Data: segunda-feira, dia 14 de agosto de 2017

Horário: 14h30

Local: Hospital Dia – 508/509 Sul