Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/07/15 às 23h34 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Caravana da Juventude Negra já atrai muita gente

COMPARTILHAR

Lançado esta semana, projeto percorrerá 12 cidades, levando cursos de informática, áudio-visual e empreendedorismo

destaque 2 da caravana

Brasília (01/07/2015) – Além de criatividade e talento, a arte de organizar eventos exige muita técnica. E a melhor forma de adquiri-la é investir em qualificação profissional. Foi com essa ideia na cabeça que Yury dos Santos Gomes, 21 anos, procurou a Caravana da Juventude Negra, que aportou no início desta semana perto de sua casa, na cidade de Santa Maria.

A Caravana é um projeto da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semidh), em parceria com o governo federal. Durante os próximos três meses, uma carreta, equipada com computadores, máquinas fotográficas e filmadoras, estúdio de som e ilha de edição, vai percorrer 12 cidades do DF, levando cursos de informática, áudio-visual, internet (sites, blogs e redes sociais), de cinegrafista e de empreendedorismo para jovens negros. A cada semana, a carreta estacionará na área central de uma cidade. Os cursos, de até 36 horas de duração, vão de segunda a sábado e são gratuitos. Para se inscrever, é só ir até o local. No final, será entregue certificado.

Veja os cursos, oficinas e palestras  

Confira cronograma e roteiro da Caravana 

Saiba mais sobre o projeto e seus objetivos

Como já atua no mercado de promoção de eventos, Yury foi conferir o curso sobre gestão empresarial e empreendedorismo. “Aqui, tenho a oportunidade de me qualificar e, assim, oferecer serviços cada vez melhores. Creio que aprenderei técnicas de divulgação tanto para atrair quanto para fidelizar os clientes. O mercado está cada vez mais exigente e não podemos parar no tempo”.

destaque 3 da caravanaQuem também aderiu à Caravana da Juventude Negra de olho nos negócios foi o autônomo Cristóvão Ângelo, morador de Santa Maria. Ele trabalha como vidraceiro e viu no projeto a oportunidade de divulgar os seus serviços na internet.

Ângelo está participando do curso “Produção de blogs, sites e mídias digitais”. Segundo ele, a divulgação dos seus serviços na internet poderá alavancar os negócios. “Quem não participa da rede mundial de computadores, perde venda”.

O vidraceiro acredita que, pelas redes sociais e pelo site, todo mundo poderá conhecer os seus serviços. “A vantagem é que as pessoas já entram em contato comigo sabendo o que tenho a oferecer”, explica. E dá uma dica: “Aparência na internet é tudo. Por isso, quero aprender as técnicas de como deixar meu site mais atrativo”.

destaque 4 da caravanaO estudante Rafael de Jesus, 15 anos, foi conhecer a carreta por indicação do pai, que passou no local mais cedo. “Tenho muito interesse na área de informática; quero fazer faculdade de Tecnologia da Informação. Por isso, quanto mais cedo eu começar a investir em cursos profissionalizantes, melhor”. Rafael gostou tanto do curso que prometeu levar os amigos da escola. “Quem sabe até a gente monta um blog aqui da cidade”, projeta.

A moradora de Santa Maria Natália Silva, 16 anos, aproveitou a passagem da Caravana na sua cidade para relembrar alguns conceitos no minicurso de Informática Básica. Segundo ela,  conhecimento nessa área é fundamental para a entrada e permanência no mercado de trabalho. Natália disse que também participará das palestras sobre juventude negra e ações educacionais culturais em prol da juventude.

Leia também: Vem aí a Caravana da Juventude Negra

Para mais informações: Ascom Semidh – 3961-1782 e 9272-9702