Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/11/13 às 13h12 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Ônibus da Mulher estaciona no Incra 8, em Brazlândia

COMPARTILHAR

Atendimentos começam nesta quarta-feira, 6. Enfrentamento à violência doméstica e familiar e Lei Maria da Penha norteiam prestações de serviços da unidade móvel

Brasília (5/11/2013) – Assentamentos, quilombos, loteamentos e áreas rurais como um todo. Esses são os espaços a serem atendidos pelas Unidades Móveis para Mulheres em Situação de Violência. Gerenciados pela Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal, os veículos cruzarão localidades remotas do DF para a prestação de serviços públicos, acolhimento e prevenção da violência de gênero. Os Ônibus da Mulher são frutos de uma demanda antiga das trabalhadoras rurais.

Após passar por Tabatinga, Curralinho e Comunidade da Torre, chegou a vez das mulheres do Incra 8, localizado na zona rural de Brazlândia, usufruirem dos serviços prestados pela unidade móvel. O Ônibus da Mulher estará no vilarejo nesta quarta (6) e quinta (7), das 10h às 16h. Para receber atendimento – psicológico, jurídico ou social -, não é preciso marcar previamente; basta levar um documento de identificação com foto. Até o momento, foram contabilizados 150 acolhimentos à população feminina do DF.

“Ainda existe uma subnotificação em relação à violência doméstica e familiar vivenciada pelas mulheres das áreas rurais. Com as unidades móveis, colocamos na agenda que a violência contra as mulheres no campo precisa ser prioritária e vamos ao encontro dessas trabalhadoras levando informação, formação e cidadania. Será um trabalho amplo e contínuo”, esclarece Olgamir Amancia, secretária da Mulher do DF.

Olgamir Amancia lembra que, além dos atendimentos individuais, a Secretaria da Mulher realiza palestras e dinâmicas educativas e de conscientização. “Informamos às mulheres sobre as diversas situações de violência de que podem ser vítimas e como se prevenir e buscar ajuda. Também damos orientações sobre direitos femininos, reprodução cotidiana da cultura patriarcal e qual contribuição cada uma pode oferecer para a construção de uma sociedade democrática, valorada na equidade de gênero”, completa a secretária.

Sobre as unidades móveis – Preparados para atender nas áreas rurais, os ônibus estão equipados com duas salas de atendimento, netbooks com roteador e pontos de internet, impressoras multifuncionais (para digitalização de documentos e fotocópias), geradores de energia, ar condicionado, projetor externo para telão, toldo, 50 cadeiras, copa e banheiro. Possuem instalações para a acessibilidade de pessoas com deficiência.

As unidades móveis fazem parte do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres e se somam ao 'Mulher, Viver sem Violência'. Circularão nas áreas rurais para apoiar a prestação de serviços de atendimento, acolhimento e orientação às mulheres em situação de violência, a fim de terem acesso e proteção da Lei Maria da Penha.

Serviço:

O quê: Atendimentos nas Unidades Móveis para Mulheres em Situação de Violência nas áreas rurais do DF – Ônibus da Mulher

Quando: Dias 6 e 7 de novembro, das 10h às 16h

Onde: Núcleo Rural Alexandre Gusmão – Incra 8 | Estacionamento da Paróquia São Paulo

ASCOM SEM-DF
61 3961-1782