Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/05/14 às 21h13 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Ônibus da Mulher percorre zona rural de Planaltina

COMPARTILHAR

Nesta quarta, atividades foram em Tabatinga. No sábado, será a vez do Córrego do Atoleiro  

onibus2000Brasília (28/05/2014) – Moradoras do Núcleo Rural de Tabatinga, em Planaltina, receberam nesta quarta-feira (28) a visita do Ônibus da Mulher, como é conhecido o programa de unidades móveis de atendimento a mulheres em situação de violência no campo e no cerrado. No próximo sábado (31), o ônibus estará no Núcleo Rural Córrego do Atoleiro, também em Planaltina.

A passagem do ônibus por Tabatinga atraiu a atenção de dezenas de mulheres. Nenhuma fez denúncia de violência, mas todas elas acompanharam a palestra sobre os serviços oferecidos pela Secretaria da Mulher, participaram de atividades educativas e receberam exemplares da Lei Maria da Penha e do jogo da mulher, ferramenta lúdico-didática usada para a difusão dos direitos femininos.

“Precisamos quebrar as barreiras que nos impedem de avançar tanto nos nossos direitos como no nosso empoderamento”, destacou a servidora e palestrante da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, Juliana Estrela.

Ao falar sobre a ainda persistente desigualdade de gênero na sociedade, Juliana destacou a diferença de remuneração. “No geral, as mulheres ganham 66% menos do que os homens. É muita diferença para exercer, por muitas vezes, a mesma função”, ressaltou.

Além de moradoras da região, participaram do evento alunos do Centro de Ensino Várzeas de Planaltina. Os estudantes, entre 14 e 17 anos, ouviram palestra sobre direitos femininos e, também, ganharam o jogo da mulher.

Entre outras coisas, Juliana Estrela explicou à garotada os cinco tipos de violência doméstica tipificados na Lei Maria da Penha. “A Lei ampara as mulheres em situação de violência física, psicológica, sexual, moral e patrimonial”, informou ela.

O que é – O Ônibus da Mulher, nome dado ao projeto das unidades móveis de atendimento às mulheres em situação de violência no campo e na floresta, faz parte do Pacto Nacional de Combate à Violência contra a Mulher e integra o programa “Mulher, Viver sem Violência”, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR).

As unidades móveis vão até as comunidades rurais para oferecer apoio psicológico, social e jurídico a mulheres vítimas de violência. Os ônibus são equipados com duas salas, computadores e impressora. O DF recebeu dois ônibus da SPM no ano passado. O atendimento é feito pelos técnicos da Secretaria da Mulher do DF.

Ascom SEM-DF
3961-1782 e 3425-4779