Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/09/13 às 14h16 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Outubro Rosa alerta para a prevenção contra o câncer de mama

COMPARTILHAR

A partir das 18h30, desta terça-feira (1º), alguns dos principais pontos turísticos de Brasília – Congresso Nacional, Itamaraty, Palácio da Justiça, Palácio do Planalto, Catedral e Palácio do Buriti – vão ganhar iluminação cor-de-rosa. É o lançamento do Outubro Rosa, campanha mundial de conscientização e prevenção ao câncer de mama. Pelo terceiro ano consecutivo, a Secretaria da Mulher do DF adere à campanha, que vai durar todo o mês.

“Nesses trinta dias, vamos articular e promover diversas ações de mobilização do público feminino para alertar sobre os riscos desse mal, que atinge um número considerável de mulheres”, diz Olgamir Amancia, secretária da Mulher.

No DF, o Outubro Rosa é uma realização das secretarias da Mulher, de Saúde, de Cultura, de Esporte e de Publicidade Institucional, da Coordenadoria das Cidades e da Companhia Energética de Brasília (CEB), além de deputadas federais e distritais, senadoras, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), a Federação de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) e a Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília (Recomeçar).

Abertura – O evento de abertura da campanha será às 18h, no saguão principal do Senado Federal, com o lançamento da exposição fotográfica “Recomeço” e a apresentação do grupo de mulheres percussionistas Batalá e do coral da Câmara dos Deputados. Na sequência, será feito o acendimento das luzes rosa que iluminarão o Congresso Nacional.

Durante o mês, as brasilienses contarão com uma programação extensa de atividades preparadas pela Secretaria da Mulher (Veja abaixo). Além da iluminação dos pontos turísticos, haverá atendimento especial da Carreta da Mulher na Rodoviária do Plano Piloto, exposição fotográfica na Câmara Legislativa do DF, doação de procedimentos de pigmentação da aréola, apresentações musicais e teatrais, desfile de mulheres mastectomizadas e caminhada e corrida contra o câncer de mama.

“O objetivo da corrida é mostrar a cada mulher o quanto significativa e encorajadora pode ser sua decisão em favor de escolhas referentes à saúde e ao esporte e lazer. Por conseguinte, elas estarão beneficiando outras mulheres, afinal, a inscrição será a doação de um produto de higiene íntima ou peças de vestuário íntimo para as mulheres da Casa Abrigo”, comenta Olgamir Amancia.

No DF, a prevenção vai até você – O mamógrafo vai aos locais onde as mulheres mais precisam do serviço público. O GDF possui três unidades móveis de atendimento a mulher, conhecidas como “Carreta da Mulher”. Desde março de 2012, as três unidades realizaram mais de 83 mil exames. A ideia é levar os principais exames preventivos até as mulheres que mais necessitam dos serviços públicos de saúde.

Além da estrutura para a prevenção do câncer de mama, as mulheres do Distrito Federal agora têm direito à cirurgia de reconstrução mamária na rede pública de saúde. A Lei nº 4.761/2012, publicada em fevereiro, garante o procedimento a todas que sofreram mutilação parcial ou total da mama, decorrente da utilização de técnicas aplicadas no tratamento do câncer de mama.

Sobre o câncer de mama – O câncer de mama é uma doença grave, mas que pode ser curada. Quanto mais cedo ele for detectado, mais fácil será curá-lo. Se no momento do diagnóstico o tumor tiver menos de um centímetro (estágio inicial), as chances de cura chegam a 95%, segundo a Femama. Quanto maior o tumor, menor a probabilidade de vencer a doença. A detecção precoce é, portanto, uma estratégia fundamental na luta contra o mal.

Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, provavelmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados. Na população mundial, a sobrevida média após cinco anos é de 61%.

CONTATOS PARA ENTREVISTA
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Mulher DF

3961-1782

Serviço: Calendário do Outubro Rosa 2013

O que

Quando

Onde

Horário

Lançamento da exposição fotográfica “Recomeço”

De 1º a 4 de outubro

Saguão principal do Senado Federal

18h

Cerimônia de acendimento das luzes rosa do Congresso Nacional

1º de outubro

Saguão principal do Senado Federal

18h40

Carreta da Mulher (atendimento prioritário para as mulheres na faixa de risco: 50 a 59 anos)

De 30 de setembro a 11 de outubro

Rodoviária do Plano Piloto

De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Doação, feita pela clínica Duohous, às mulheres mastectomizadas selecionadas pela SES-DF

21 de outubro

Rodoviária do Plano Piloto

10h

Semana cultural na Rodoviária do Plano Piloto (apresentações de música e teatro e poesia)

De 21 a 25 de outubro

Rodoviária do Plano Piloto

Durante todo o dia

Caminhada e Corrida Contra o Câncer de Mama

27 de outubro

Eixão do Lazer, com concentração em frente ao Banco Central

9h

Desfile de mulheres mastectomizadas

30 de outubro

Rodoviária do Plano Piloto

A definir