Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/09/15 às 20h55 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Planaltina realiza 8ª conferência regional de assistência social

COMPARTILHAR

Integrantes da Semidh são eleitos como delegados para participar da conferência distrital

foto noticia

 

 

A proposta de integrar políticas de ação afirmativa a atividades e ações desenvolvidas no Sistema Único de Assistência Social (Suas) foi uma das contribuições da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade Racial (Semidh) durante a 8ª Conferência Regional de Assistência Social, realizada em Planaltina, sexta-feira, dia 25 de setembro. Além disso, três integrantes da Semidh foram eleitos como delegados, na representando o governo, para a 11ª Conferência de Assistência Social do Distrito Federal.

O calor e a secura não afastaram cerca de 80 pessoas a acompanharem as atividades realizadas ao longo do dia no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) da Área Especial. Pela manhã, após exposições temáticas sobre o significado do Suas e acerca da rede de serviços e atendimentos operante em Planaltina, o próprio público presente apresentou demandas e pleitos.

Servidora e agente social do Cras de Arapoanga, Camilla Spindula tomou a palavra para chamar a atenção quanto o valor político que a palavra tem. “Política é o ato de dizer, e ter, as nossas próprias palavras”, definiu. Ela chamou a atenção para a necessidade de investir na educação social e questionou o quanto os jovens estão sendo empoderados para fazer uso de sua voz. “Os jovens precisam de indústrias”, disse Maria Diva, que esbanjou energia ao reivindicar a necessidade de trazer oportunidades de emprego para a juventude de Planaltina.  

Garrafas

Aos 77 anos, D. Diva coleciona garrafas deixadas na praça próxima à sua casa, onde os jovens passam a noite. Das garrafas de vodka e de outras bebidas finas que recolhe, sinais de um bom poder aquisitivo, D. Diva tirou a conclusão de que o problema dos jovens não está na pobreza, na falta de recursos, mas na falta de horizontes profissionais.

Na parte da tarde, após almoçar no próprio Cras, três grupos se reuniram para levar 5 propostas à plenária final, quando 10 delas foram ratificadas, por voto da maioria, como propostas de Planaltina. Uma delas, a integração de políticas de ação afirmativa e combate a discriminação de raça e de gênero.

Seis delegados – três pelo segmento do governo, dois pelos trabalhadores e um só pelos usuários – foram tirados na conferência regional de Planaltina. Servidores da Semidh, a assessora especial da secretaria adjunta de igualdade racial, Lucélia Aguiar, o gerente de avaliação de serviços da Codiv, Márcio Henrique Cunha e a gerente de políticas de saúde da Codiv, Ludymilla Anderson Santiago Carlos foram eleitos delegados.

Assim como dona Maria Diva, os três participarão da 11ª Conferência de Assistência Social do Distrito Federal, marcada para se realizar no Centro de convenções Ulysses Guimarães, de 13 a 16 de outubro. Na ocasião serão definidas propostas e eleitos os delegados que participarão da 10ª conferência Nacional de Assistência social, que será realizada também em Brasília, entre 07 e 10 de dezembro de 2015.

 

 

 

fotos da noticia 2