Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/20 às 17h30 - Atualizado em 23/12/20 às 17h31

Professoras selecionadas devem capacitar cerca de 4 mil mulheres

COMPARTILHAR

O projeto Mulheres Hipercriativas acaba de selecionar 37 professoras-facilitadoras para ministrar oficinas de capacitação em diversas áreas da economia criativa em prol do empreendedorismo feminino.

 

A lista das propostas aprovadas foi publicada esta semana, no site www.oei.org.br/mulheres-hipercriativas. A iniciativa é uma realização da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e da Secretaria da Mulher do Governo do Distrito Federal e conta com o apoio da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

 

A seleção de professoras-facilitadoras foi lançada em outubro e contou com a participação de 363 candidatas. Os cursos devem ser desenvolvidos no primeiro semestre do ano que vem, com oficinas que vão desde Comunicação (marketing, multimídia, organização de eventos) a moda, gastronomia, design gráfico e de produtos, além de gestão empreendedora dentre outras atividades.

 

As oficinas terão 40, 20 ou 10 horas de duração. Podem fazer as aulas tanto quem deseja começar um novo projeto quanto quem busca aperfeiçoar o próprio negócio com novas técnicas.

 

A expectativa é proporcionar oportunidade de inserção no mercado de trabalho para que essas alunas passem a ter independência financeira e consigam amenizar o impacto econômico gerado pela pandemia.

 

Em geral, as professoras-facilitadoras são empreendedoras do Distrito Federal que desenvolvem alguma atividade bem-sucedida e que agora terão oportunidade de compartilhar seus conhecimentos com outras quatro mil mulheres. As professoras também receberão treinamento específico por meio da coordenação pedagógica do projeto. Os treinamentos devem ocorrer a partir de março.

 

Esta é a primeira edição do projeto Mulheres Hipercriativas e conta também com a parceria de gestoras públicas, líderes comunitárias e empresárias do DF que atuarão de forma voluntária como embaixadoras do projeto. A ideia é somar esforços de mulheres já consolidadas no meio profissional para motivar e inspirar contando suas histórias, bem como ensinar e trocar experiência no ramo em que são especialistas.

Leia também...