Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/19 às 17h46 - Atualizado em 30/07/19 às 17h49

SECRETARIA DA MULHER INAUGURA O ESPAÇO EMPREENDE MAIS MULHER

COMPARTILHAR

A solenidade reuniu mais de 200 pessoas e o espaço já está em funcionamento

 

 

Com a presença do vice-governador, Pacco Brito, dos moradores de Taguatinga e diversos gestores públicos, a Secretaria da Mulher inaugurou, nesta terça-feira (30), o Espaço Empreende Mais Mulher, na Agência do Trabalhador de Taguatinga. A iniciativa vem de encontro à publicação nesta terça-feira, no Diário Oficial do DF, de uma portaria conjunta das Secretarias da Mulher e do Trabalho – Portaria n°1 de 29 de julho de 2019. O intuito do acordo entre as pastas é implementar uma ação unificada de qualificação e promoção da autonomia financeira de mulheres no DF. O espaço acolhedor, moderno e com um conceito inovador também tem como parceiro o BRB que, por meio da Rede Sou Mais Mulher, oferecerá consultoria para as frequentadoras do espaço, além de cursos de Educação Financeira e o Cartão Mastercard Mulher, que será dedicado às mulheres empreendedoras do Distrito Federal.

 

A Secretária da Mulher, Ericka Filippelli, apresentou aos presentes as instalações do equipamento público de destacou que essa iniciativa vai de encontro com o prometido pelo governador Ibaneis Rocha que é investir e valorizar as mulheres da Capital.

 

“Neste espaço nós não vamos apenas oferecer cursos, palestras e oficinas, aqui nós vamos acompanhar a vida e a história de cada mulher. Abriremos uma porta de entrada e outra de saída para as mulheres em situação de violência e vulnerabilidade financeira”, destacou. Ericka Filippelli afirmou que tem acompanhado a situação de diversas mulheres que estão sendo atendidas pelos equipamentos de acolhimento e apoio da Secretaria da Mulher e afirmou que muitas delas não saem da situação de violência que vivem por falta de oportunidade. “São mulheres que não têm escolha e acabam se sujeitando a situações extremas”, concluiu.

 

Desde ontem, o Espaço Empreende Mais Mulher recebe, em parceria com o Instituto Rede Mulher Empreendedora e apoio do Google, mais de 30 mulheres participantes do curso “Ela Pode”, que tem como temas: empreendedorismo, liderança feminina, comunicação assertiva, marca pessoal e finanças. O programa tem como meta capacitar mais de cem mil mulheres brasileiras nos próximos anos, tornando-as confiantes e preparadas para o autodesenvolvimento pessoal e profissional.

 

A Secretária Nacional de Políticas para as Mulheres, Cristiane Britto, também esteve presente na cerimônia. “A abertura de um espaço como este vai exatamente ao encontro do que o Governo Federal entende ser imprescindível para tirar as mulheres do ciclo da violência, pois este ciclo só se encerra com autonomia financeira e independência dessa mulher”, pontuou.

 

Para a subsecretária de políticas públicas para as mulheres, Mariana Meirelles, o “Empreende Mais Mulher” é um programa feito para que as mulheres possam ter esperança de sair da situação de violência que vivenciam. “Há seis meses começamos a planejar este espaço pensando em cada mulher em situação de opressão do Distrito Federal. Tudo aqui foi feito coletivamente com nossos parceiros, do setor público e privado, para que as mulheres em vulnerabilidade – principalmente financeira – voltem a sonhar e sejam realizadoras de um futuro diferente das suas realidades” enfatizou.

 

O secretário de Trabalho, João Pedro Ferraz, que cedeu o espaço para a Secretaria da Mulher, agradeceu a parceria convidando as mulheres para abraçarem a iniciativa. “ Mulheres, a casa é de vocês”, conclamou.

 

Já o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, destacou a importância da educação financeira: “A capacidade de empreender é importante para a autonomia da mulher. Patrocinaremos todos espaços construídos que visam criar as condições, principalmente, para a educação financeira”.

 

Primeira mulher a ocupar o cargo de administradora regional em Taguatinga, Karolyne Guimarães, agradeceu ao governo pela valorização das mulheres, dizendo que o mundo é delas “porque temos potencial”. E avisou: “o espaço não existe para colocar a mulher como coitadinha. Ele abre as portas para que as mulheres possam empreender. No Brasil, quem mais abre empresas são as mulheres”.

 

Ao final, as autoridades presentes foram convidadas para descerrar a placa do espaço, que estará aberto para visitação. Também participaram do evento a secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Brito; secretários adjuntos; representantes das polícias Civil e Militar e da Companhia de Planejamento do DF (Codeplan), entre outros.