Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/04/14 às 18h37 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Secretaria e Fábrica Social doam matérias-primas

COMPARTILHAR

Doações somam mais de três toneladas de materiais recicláveis

P1150208Em janeiro deste ano, a Secretaria da Mulher firmou uma parceria com o programa Fábrica Social para que fossem doadas às artesãs do projeto Rede Mulher Artesã sobras e retalhos de tecido em malha, E.V.A. com laminado em PVC e tubos de papelão. Desde então, mais de uma tonelada e meia de materiais foram entregues às trabalhadoras.

Somente a artesã Lindamar Dias, 50 anos, moradora da Vicente Pires, recebeu 976 quilos de malha, brim e ribana na última semana. Segundo ela, parte do material será divido com outras colegas moradoras da Estrutural. “É uma excelente iniciativa que, além de estimular à produção, gera uma economia para as trabalhadoras, tendo em vista que não precisamos comprar materiais”, argumenta.

Artesã há 30 anos, Lindamar explica que as malhas recolhidas serão utilizadas para a fabricação de fuxicos, tapetes, arranjos, colares, colagens, entre outras peças. “Foi a primeira vez que peguei o material cedido pelo programa Fábrica Social. E, assim que acabar, farei um nova encomenda, pois as malhas são de excelente qualidade”, completa.

Ao todo, a parceria já permitiu a doação de 3.030,99 quilos de materiais recicláveis entre malha, E.V.A, brim e ribana somente às artesãs articuladas pela Secretaria da Mulher. As interessadas em receber as doações devem entrar em contato com a equipe da Secretaria pelos telefones 3425-4707 ou 3961-1647.

Trabalho em rede – Sandra Di Croce Patricio, subsecretária de Políticas para as Mulheres – subpasta responsável pela articulação o Fábrica Social – lembra que, além da reciclagem, há o apoio à atividade produtiva das artesãs por meio da rede formada pelo Fábrica Social. “Com o apoio da Secretaria Extraordinária da Copa, fortalecemos o ciclo completo da produção das artesãs – da aquisição de matérias-primas até a comercialização dos produtos”, avalia.

O programa ainda está pautado no mote da Economia Solidária e Feminista, o qual objetiva uma nova forma de organização socioprodutiva, “na qual esta operação entre a Secretaria da Mulher a Secopa assume um caráter muito mais amplo do que uma mera 'doação' de material – trata-se de colocar em funcionamento uma rede solidária que visa a melhoria da qualidade de vida das artesãs”, conclui a subsecretária.

Felipe Pricken, gerente de Segurança do Fábrica Social, expõe que a política de doação dos retalhos, bem como dos materiais recicláveis, é adotada pelo programa como estímulo ao desenvolvimento sustentável, gerando fonte de renda para as artesãs. “Hoje mesmo, 23, entregamos cerca de 600 quilos de retalhos à artesã Maria de Jesus Pereira, moradora da Estrutural”.

Sobre o projeto – O Rede Mulher Artesã faz parte do plano Rede Mulher, um dos eixos estruturantes do trabalho realizado pela Secretaria. O objetivo do programa é promover a conquista da autonomia das artesãs e trabalhadoras manuais do Distrito Federal, com qualidade de vida e dignidade, abrindo novos caminhos para sua emancipação social.

Para tanto, sua estratégia de atuação tem foco no reconhecimento, na valorização e no empoderamento dessas mulheres. Para isso, entre outras atividades, a Secretaria da Mulher pôs em prática Selo Rede Mulher, principal instrumento de articulação e implementação do Programa Rede Mulher Artesã.