Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/02/14 às 20h55 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Artesãs recebem matéria-prima do “Fábrica Social”

COMPARTILHAR

Sobras de emborrachados e malhas vão virar artesanato


A Secretaria da Mulher fez nesta quarta (12) a entrega do primeiro lote de matéria-prima do programa Fábrica Social para mulheres artesãs que participam do projeto Selo Rede Mulher. Foram doados cerca de 200 quilos de sobras e retalhos de tecido em malha PV (poliéster e viscose) e E.V.A. (emborrachado). Esses materiais são muito usados na confecção de peças de artesanato.

“Ao aproveitar essa sobra da produção na Fábrica Social, estamos proporcionando aos grupos de artesãs acesso a matéria-prima que vai ser transformada em produtos artesanais e gerar renda para as mulheres e suas famílias”, disse a secretária da Mulher, Olgamir Amancia.

Um dos objetivos do projeto Selo Rede Mulher é constituir a Rede Mulher de Comércio Justo e Solidário. Com isso, a Secretaria da Mulher busca fortalecer o ciclo completo da produção das artesãs – da aquisição de matérias-primas até a comercialização dos produtos.

O representante da Fábrica Social, Marcos Roberto, que também acompanhou a entrega do material, disse que novos lotes de matéria-prima deverão ser repassados à Secretaria já no próximo mês. “A nossa concepção é não perder nada, é aproveitar tudo o que for possível para que a população possa melhorar a sua vida”, disse Marcos.

A artesã Maria de Abadia, do grupo do Selo Rede Mulher de Sobradinho, não escondia a satisfação em receber sacos de tecidos em malha de PV e caixas contendo E.V.A.. “Logo que soube da doação, entrei em contato com a Secretaria da Mulher. Esse material é como uma bênção para a gente”, afirmou ela.

Hosana Alves, da Casa de Cultura de São Sebastião, que reúne um grupo com mais de 30 mulheres artemanualistas, foi outra que comemorou a entrega das doações. “Vamos transformar essas sobras e retalhos em belas peças de artesanato. Assim, poderemos ganhar um dinheiro a mais”, disse ela, cheia de alegria.

As artesãs que participam do Selo Rede Mulher e estão interessadas em receber as doações dos próximos lotes devem entrar em contato com a equipe da Secretaria da Mulher pelos telefones 3425-4707 e 3961-1647. 

SELO REDE MULHER – O Selo faz parte da Rede Mulher Artesã, um dos eixos do programa Rede Mulher, da Secretaria de Mulher do DF, que visa a articular e propor políticas públicas e efetivar ações destinadas à valorização, aperfeiçoamento produtivo e ampliação das oportunidades de divulgação e comercialização dos produtos das artesãs.

Por meio dos encontros de economia feminista e solidária (foto acima), o projeto incentiva as artesãs a se unirem em grupos, para facilitar a obtenção de crédito e outros apoios, e concede o selo Rede Mulher, certificação que viabiliza a comercialização dos produtos.

No ano passado, a Secretaria da Mulher realizou mais de dez encontros de economia feminista e solidária pelas cidades do DF. Os encontros deverão ser retomados este ano, já a partir do próximo mês.

O projeto Selo Rede Mulher prevê ainda o lançamento de site e catálogo para divulgar os produtos das artesãs. A ideia é dar visibilidade ao trabalho dessas mulheres, para que elas ganhem mais espaço no mercado. 

FÁBRICA SOCIAL – O Fábrica Social é um programa do GDF que visa à capacitação qualificada de participantes do DF Sem Miséria – Bolsa Família, ao oferecer chances reais de inserção no mercado de trabalho.

O programa é fonte de emprego e renda para muita gente – a maioria mulheres – e os produtos confeccionados são doados a escolas da rede pública de ensino, órgãos públicos e entidades filantrópicas.

Na fabricação dos produtos, há uma sobra de materiais que, nas mãos de artesãs e artemanaualistas, podem se transformar em belas peças de artesanato. É esse material que está sendo repassado ao Selo Rede Mulher.

Ascom SEM/DF
3961-1782 e 9272-9702