Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/03/14 às 15h30 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Secretaria inicia consultas públicas sobre o I PDPM

COMPARTILHAR

Primeiro dia de debates foi muito proveitoso


P1160288A Secretaria de Estado da Mulher fechou o primeiro dia de debates sobre o I Plano Distrital de Políticas para Mulheres (I PDPM) com grandes avanços. Na parte final, que tratou de cultura, as mulheres puderam tirar dúvidas sobre o documento e também opinar sobre o tema. Ao longo dia foram debatidos os seguintes assuntos: Mulheres nos espaços de poder e decisão e Fortalecimento e ampliação do número de creches do DF; ações de sensibilização e divulgação sobre a importância nos espaços de poder e decisão; e cotas de paridade no poder Legislativo.

 

Entre os encaminhamentos para avaliação e possível inclusão no Plano estão, entre outras questões, a criação de um programa de equidade de gênero a ser implementado nas empresas; a elaboração de indicadores acerca da entrada e permanência das mulheres nos espaços de poder e de decisão; e a criação e fortalecimento de espaços institucionais dos movimentos de mulheres.

 

Para os diálogos, foram convidados cidadãs(ãos), representantes de setores especializados da sociedade, de entidades profissionais, universidades, institutos de pesquisa e de movimentos de mulheres, trans, LGBT, entre outros. Quem deseja contribuir, mas não pode participar dos diálogos, tem a opção de enviar sua contribuição por meio do link disponibilizado aqui, no site da Secretaria da Mulher, na aba I PDPM.

 

Especificamente sobre a cultura feminina, o plano incluirá diretrizes sobre equidade de gênero e o enfrentamento de estereótipos no exercícios da cultura, do esporte, do lazer, da comunicação e da mídia. Além disso, o plano prevê incentivar o protagonismo feminino na cultura.

 

Mateus Guimarães, da Subsecretaria de Políticas para Mulheres, destacou que o encontro é muito importante para promover o debate e com isso as falhas possam ser corrigidas. Outro viés do documento, é incluir as sugestões das mulheres no documento. “Afinal, queremos colocar os nossos sonhos como realidade no âmbito da cultura”, afirmou.

 

Segundo as participantes, a maior dificuldade enfrentada pela maioria das mulheres que promovem cultura é o machismo. “O discurso sempre é: Lugar de mulher é na cozinha ou cuidando dos filhos. Não é bem assim”, destacou Luciana, que atua como brincante popular. Para Juliana, que trabalha há 14 anos com cultura, o caminho para o progresso da cultura está longe do ideal, mas já melhorou bastante de uns anos para cá. “A Secretaria da Mulher tem sido nossa parceira. Precisamos ter mais força política para crescer ainda mais. Temos que fazer uma força para alavancarmos”, destacou.

 

Sobre o I PDPM – Trata-se de um documento que tem como base as diretrizes da 3ª Conferência Distrital de Políticas para as Mulheres e pelo Plano Nacional de Políticas para as Mulheres. O plano também inclui as propostas do Planejamento Integral Básico, que integra o processo de repactuação do Pacto Nacional de Enfrentamento à Violência Doméstica.

 

O processo de discussão e construção do documento está sendo feito de forma totalmente aberta, democrática e participativa, com a colaboração dos mais variados segmentos representativos das mulheres do DF, além da população. O documento será um marco na luta pela igualdade de gênero, autonomia e emancipação das mulheres em âmbito local.


ASCOM SEM-DF
3961-1782 / 3425-4779