Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/20 às 17h11 - Atualizado em 24/04/20 às 17h42

Secretaria promove dia de beleza a mulheres acolhidas em comunidade terapêutica

COMPARTILHAR

Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) promoveu nesta terça-feira (10) uma ação para as mulheres acolhidas na Comunidade Terapêutica Amai, parceira da Sejus, em homenagem à Semana da Mulher. A iniciativa contou com o apoio do Instituto Hélio, no Setor Comercial Sul, onde a atividade foi executada.

 

A Organização da Sociedade Civil (OSC) Casa do Sol Azul, denominada Comunidade Terapêutica Amai, fica localizada no município de Padre Bernardo e acolhe 17 mulheres em situação de dependência química. Nesta terça, uma equipe da Subsecretaria de Enfrentamento às Drogas (Subed), da Sejus, idealizadora da ação, conduziu-as até o Instituto Hélio, onde elas receberam atendimento personalizado de modulação de fios de cabelo e design de sobrancelhas.

 

São parceiras da iniciativa três voluntárias da Igreja Sara Nossa Terra, que ofereceram uma maquiagem a cada uma das mulheres atendidas. No final da manhã, as mulheres foram homenageadas com um lanche oferecido pela própria OSC, em um momento de socialização e compartilhamento de sentimentos e experiências. A Subsecretaria de Política de Direitos Humanos e de Igualdade Racial da Sejus também apoiou a ação.

 

Subed

 

A subsecretaria investe em ações de estímulo à autoestima e às habilidades socioemocionais de dependentes químicos em tratamento, com vistas à promoção de saúde mental e prevenção de recaídas. Uma das mulheres acolhidas declarou: “Muito obrigada pelo dia de hoje. Às vezes, a gente acha que está esquecida”. Uma outra disse: “Eu nunca fui tão bem tratada. Obrigada!”.

 

Para o subsecretário de Enfrentamento às Drogas, Rodrigo Barbosa, “no eixo do tratamento é preciso investir na promoção de competências que potencializam a maneira como se lida com as diversas situações da vida”. “Para tanto, é preciso se conhecer, se gostar, confiar em si mesmo e, então, lidar com as próprias emoções. A partir daí, é possível se relacionar com os outros e gerenciar objetivos de vida, princípios importantes para o eixo da reinserção social”, destacou Rodrigo.

 

Para o diretor financeiro da comunidade terapêutica, Márcio Amite, a ação da Sejus foi um sucesso. “O evento fez com que a autoestima de nossas moças fosse às alturas. Nada como receber cuidado e atenção. Dessa forma, atividades como essa, partindo dos órgãos públicos, nos faz acreditar que não estamos sozinhos nesta ingrata luta contra a dependência química, demonstrando o quanto é salutar nossa parceria. Muito obrigado, Sejus”, agradeceu.

 

Pró-Vítima

Em outra ação nesta terça-feira, no Parque da Cidade, as mulheres atendidas pelo programa Pró-Vítima, da Sejus, foram recebidas com café da manhã, palestras e maquiagem. Foi um momento de descontração e alegria com apresentações culturais e compartilhamento de informações.