Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/09/13 às 22h14 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Secretária recebe dirigente do Banco Mundial

COMPARTILHAR

Eles discutiram a possibilidade de acordos de cooperação nas questões de gênero

P1120383editnot

A secretária da Mulher do DF, Olgamir Amancia, recebeu nesta segunda-feira (23), em seu gabinete, no oitavo andar, do Anexo do Palácio Buriti, em Brasília, o coordenador geral de Operações do Banco Mundial no Brasil, Boris Utria. O encontro foi o primeiro passo para se estabelecer diálogo entre a instituição e o GDF no que diz respeito às questões de gênero. O banco desenvolve ações de fomento nessa área em vários estados da federação.

Ao final da reunião, ficou acertada a criação de um grupo de trabalho (GT), a ser formado por técnicos da Secretaria e do Banco Mundial, que terá a incumbência de avaliar projetos e programas de promoção da mulher, realizados no âmbito do DF, que se enquadram nas linhas de financiamento da instituição. “Temos muitas ações nas áreas de educação, trabalho e promoção da mulher que podem render importantes acordos de cooperação”, disse a secretária.

Depois de destacar a eficiência e amplitude dos serviços de atendimento ao público feminino no DF, realizado por meio da Rede Mulher, articulada pela Secretaria, com apoio de parceiros do Executivo local e federal, Ministério Público e Poder Judiciário, o representante do Banco Mundial mostrou interesse em se associar a esse trabalho. “Precisamos apenas discutir como fazer isso da melhor forma possível”, frisou ele.

Participaram ainda do encontro as subsecretárias Sandra Di Croce, de Políticas para as Mulheres, e Luciana Acioly, da Unidade de Administração Geral, e a coordenadora de Políticas para as Mulheres, Claudia Afonso.

Sandra lembrou que um possível acordo de cooperação entre a Secretaria e o Banco Mundial pode envolver, por exemplo, investimentos em tecnologia da informação para implementar o ensino dos direitos da mulher nas escolas de 1º e 2º graus do DF, como prevê Recomendação do Conselho de Educação. As regras de aplicação do conteúdo foram aprovadas há pouco mais de duas semanas. A iniciativa é da Secretaria da Mulher.

Ascom SEM-DF
3961-1782