Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/12/13 às 19h36 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Seleção chilena de futebol conhece Carreta da Mulher

COMPARTILHAR

Olgamir Amancia recebeu jogadoras e comissão técnica na Vila Planalto


chile2Brasília (20/12/2014) – A seleção feminina de futebol do Chile visitou na tarde desta sexta (20) uma unidade da Carreta da Mulher, na Vila Planalto. As jogadoras, que participam de torneio internacional em Brasília, foram recebidas pela secretária da Mulher, Olgamir Amancia, que representava o governador Agnelo Queiroz, e pelo presidente do Conselho de Saúde do DF, Helvécio Ferreira, representante do secretário de Saúde, Rafael Barbosa.

As 23 jogadoras e os sete membros da comissão técnica ficaram impressionados com a qualidade dos serviços prestados pela carreta. “Os equipamentos são todos muito modernos. E essa ideia de ir até as comunidades para oferecer exames às mulheres é muito boa. No Chile não temos nada igual”, afirmou Carla Guernero, zagueira titular da seleção.

Falando em nome do governador, a secretária Olgamir deu boas vindas às meninas e explicou como funciona os serviços. “Vocês estão conhecendo um dos equipamentos mais avançados  no atendimento à saúde das mulheres. A carreta inverte a lógica: em vez de a mulher ir ao governo, o governo vai até o local de moradia das mulheres”, disse a secretária.

Com isso, acrescentou Olgamir, o governador Agnelo mostra que tem compromisso com a saúde das mulheres do Distrito Federal. “Aqui, no nosso governo, as mulheres são tratadas como cidadãs de primeira classe. E um exemplo é esse projeto, que, além de ser pioneiro no País, já começa a ser replicado em outros estados”.

O que é – A Carreta da Mulher é uma unidade móvel de saúde que passa por cidades do Distrito Federal realizando exames importantes para a prevenção e o diagnóstico de doenças femininas. Ela é equipada com consultórios, sala de exames, espaço para coleta de material, aparelhos de mamografia e ultrassonografia. Na carreta, além de mamografia e ecografia, as mulheres podem fazer o exame preventivo do câncer do colo de útero. 

A ideia das unidades móveis surgiu a partir de articulações entre as secretarias da Mulher e da Saúde. A primeira carreta foi inaugurada em 2012, em 8 de março, Dia Internacional da Mulher. A segunda passou a circular no dia 8 de março deste ano. Na semana passada, o governo inaugurou a quarta carreta e comemorou o centésimo-milésimo atendimento.

O programa é executado por técnicos e especialistas da área de saúde. Cada carreta tem capacidade para realizar 150 exames por dia. Entre eles, 50 mamografias, 50 ecografias e 50 preventivos de câncer de colo de útero (Papanicolau).

Ascom SEM/DF
3891-1782