Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/03/15 às 22h27 - Atualizado em 29/10/18 às 11h14

Semidh e Seppir discutem combate conjunto ao racismo

COMPARTILHAR

Secretárias e ministra reúnem-se para articular parcerias

A secretária de Políticas para Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Semidh), Marise Nogueira, e a secretária adjunta de Políticas para a Igualdade Racial da Semidh, Vera Araújo, reuniram-se com a ministra da Secretaria de Políticas Públicas para a Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir-PR), Nilma Lino Gomes.

O encontro, no gabinete da ministra, serviu para a articulação de parcerias entre as duas pastas. Também participaram do encontro o secretário-executivo da Seppir, Giovanni Harvey, e o assessor especial Roberto Borges.

Na ocasião, a ministra Nilma Lino Gomes manifestou o interesse da Seppir em desenvolver trabalho conjunto com a Semidh. “Nossas secretarias já têm parcerias de trabalho em curso. Mas podemos fazer mais. Pautar a questão racial não é papel apenas da Seppir, mas de todo o Estado brasileiro. Já demos alguns passos importantes nesse sentido, mas precisamos avançar com essa agenda”, disse a ministra.

A secretária adjunta Vera Araújo salientou a necessidade de realizar um debate com o Poder Judiciário. “Historicamente, o movimento negro trabalha com a temática policial, buscando trabalhar junto aos operadores de segurança pública. Mas precisamos sair do inquérito e entrar no processo. Por isso é inadiável o debate com o Poder Judiciário para pautar isso institucionalmente. E a Semidh e a Seppir podem ser parceiras nesse trabalho”, afirmou Vera.

Dentre as ações relacionadas à política de promoção da igualdade racial no âmbito do Distrito Federal, a secretária Marise Nogueira destacou o Disque Racismo (156 opção 7). “O Disque Racismo é a política racial que teve mais visibilidade no DF, com o recebimento de 8 mil denúncias por ano”, enfatizou a secretária.

Ela disse ainda que é preciso pensar em ações conjuntas que deem retorno para a sociedade. “Além disso, existe uma demanda sobre a nossa região de um protagonismo no combate ao racismo. Por isso é importante trabalharmos juntos nessa pauta”.

Ascom Semidh – 3961-1782 e 3425-4779 – com informações da Ascom Seppir