Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/11/13 às 22h11 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

“Violência contra a mulher não é problema privado, é público”, diz Olgamir

COMPARTILHAR

Segundo ela, questão é complexa e tem que ser enfrentada pelo Estado e pela sociedade

mu unb 2Brasília (11/11/2013) – A violência contra a mulher não é um problema privado. É uma questão pública e tem que ser combatida pelo Estado e pela sociedade. Só dessa forma é possível fazer com que as políticas para o público feminino avancem.

A tese foi defendida nesta segunda-feira (11) pela secretária da Mulher do DF, Olgamir Amancia, durante palestra no 2º Simpósio Gênero e Diálogos Interdisciplinares – Políticas e legislação para mulheres na América Latina, no auditório 3, da Faculdade de Saúde, da UnB, na Asa Norte.

Professora da UnB, a secretária foi uma das convidadas a participar da mesa-redonda que discutiu “Violência doméstica e conjugal: desafios para a psicologia”. Compareceram ainda as professoras Sandra Azeredo, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Glaucia Diniz, da UnB.

“A violência contra a mulher é de uma complexidade muito grande, exige uma articulação em rede do governo e da sociedade. No DF, trabalhamos a questão feminina sob vários aspectos – saúde, trabalho, educação… É preciso dialogar com as várias áreas. E nisso a psicologia cumpre importante papel”, reforçou ela.

A secretária lembrou que a sua pasta é responsável pela execução do projeto GDF Fazendo Gênero na Escola, que introduziu na sala de aula o tema direitos femininos. “A educação cria desde cedo, em crianças e adolescentes, um olhar novo e crítico sobre a sociedade machista e sexista em que vivemos”.

A questão econômico-financeira, ainda segundo a secretária, é outro fator decisivo para a eliminação da violência doméstica. Por isso, destacou, um dos eixos das políticas públicas desenvolvidas pela Secretaria da Mulher do DF busca, exatamente, garantir a emancipação e a autonomia do público feminino, por meio do acesso ao mercado de trabalho e geração de emprego e renda.

Ascom SEM/DF
3961-1782 e 9272-9702