Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
6/10/22 às 13h53 - Atualizado em 6/10/22 às 13h53

Projeto abre novas turmas em curso para a formação de mulheres líderes

O Empodera tem o objetivo de capacitar, gratuitamente, as alunas para atuar como lideranças em suas comunidades. As inscrições vão até 23 de setembro

 

Brasília, 15 de setembro de 2022 – Depois de transformar a vida de 583 alunas no primeiro semestre deste ano, o projeto Empodera – Formação de Mulheres Líderes, iniciativa da Secretaria da Mulher (SMDF), está com inscrições abertas para novas turmas até o dia 23 de setembro. O curso será ministrado pelo Instituto Axiomas Brasil, selecionado por meio de edital.

 

No primeiro semestre a capacitação foi realizada em Ceilândia, em Planaltina e na Estrutural. Agora é a vez das mulheres de Samambaia, do Itapoã/Paranoá e de Sobradinho participarem do curso que vai capacitá-las para serem representantes de suas comunidades. Serão oferecidas 200 vagas em cada uma das três regiões administrativas do Distrito Federal.

 

“Esse projeto oferece às mulheres uma grande oportunidade de reconhecer sua própria força e sua importância na sociedade. Com o Empodera, estamos promovendo as devidas ferramentas e o conhecimento para que as mulheres se tornem representantes de suas comunidades e defensoras de seus direitos”, explica a secretária da Mulher, Vandercy Camargos.

 

Vozes da comunidade

 

Com a proposta de atuar na redução da vulnerabilidade social entre mulheres, o Empodera fornece o conhecimento para que elas atuem junto às instituições governamentais e não governamentais em prol de sua comunidade. Além disso, o projeto as incentiva a exercer a liderança e garantir seus direitos e a formação de uma rede de promoção e de proteção de outras mulheres dentro das comunidades.

 

Durante o curso, as alunas aprendem, entre outras coisas, sobre temas como a estrutura e organização do Governo do Distrito Federal (GDF) com base na lei orgânica do DF; sobre feminismo e identidade de gênero; a Lei Maria da Penha e os direitos das mulheres; organização social e combate à violência e a Rede SUAS (Sistema Nacional de Informação do Sistema Único de Assistência Social) e a estrutura de documentações oficiais.

 

Capacitadas, elas estarão aptas a coletar informações, organizar serviços de escuta, apresentar projetos, entre outras habilidades, sendo articuladoras e mobilizadoras nas regiões em que vivem. Essas mulheres serão multiplicadoras de conhecimento, impactando não somente as próprias vidas, mas também as de seus pares.

 

Faça parte

 

Com dois meses de duração, cada turma terá um total de 160 horas/aula, sendo 120 horas de aulas teóricas e 40 horas de atividades práticas. A qualificação será presencial e terá acompanhamento de equipe psicossocial.

 

As alunas receberão uma bolsa auxílio de R$ 165 por mês, conforme a duração do curso, material didático, crachá de identificação e uniforme. Ao final do curso, será realizado evento de formatura e entrega dos certificados de participação.

 

Para participar, as interessadas devem ter, no mínimo, 18 anos; serem responsáveis pelo sustento familiar; declarar renda familiar de até dois salários mínimos e ter disponibilidade de tempo para a formação.

 

A inscrição deve ser realizada pelo formulário disponível no site do Instituto Axiomas. O resultado da primeira chamada da seleção será divulgado no dia 26 de setembro. Todas as contempladas receberão contato telefônico via SMS ou WhatsApp com a convocação para efetivar a matrícula.

 

Capacitando mulheres

 

Em 2021, a Secretaria da Mulher publicou um edital de chamamento público para selecionar e remunerar uma organização da sociedade civil – sem fins lucrativos e com experiência em execução de projetos sociais e de qualificação social –, para desenvolver e executar os conteúdos programáticos de caráter teórico e prático, além de realizar o acompanhamento pedagógico e monitorar as alunas do projeto Empodera – Formação de Mulheres Líderes. A parceria com a instituição tem duração de 12 meses.

 

A organização selecionada foi Instituto Axiomas Brasil, entidade que atende crianças, jovens e adultos, promovendo o desenvolvimento de projetos sociais, além de apoiar programas que melhoram a saúde e o bem-estar das comunidades.

Governo do Distrito Federal