Governo do Distrito Federal
11/05/23 às 12h51 - Atualizado em 15/05/23 às 16h17

SMDF realiza 2º reunião do ano do Fórum Distrital Permanente das Mulheres do Campo e do Cerrado

A equipe da Secretaria da Mulher (SMDF) realizou nesta terça-feira (09), no auditório do Detran, a 2ª reunião de 2023 do Fórum Distrital Permanente das Mulheres do Campo e do Cerrado. A iniciativa reúne a sociedade civil e órgãos distritais com a finalidade de formular e debater propostas de políticas voltadas às mulheres do campo.

As Secretarias de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Segurança Pública, Saúde, Trabalho e Justiça, Desenvolvimento Urbano e Habitação, Transporte e Mobilidade e Defesa Civil, além da empresa Neo Energia e da Embrapa, estiveram presentes no encontro.

 

A Secretária da Mulher, Giselle Ferreira, abriu a pauta da reunião reforçando a importância da união do grupo em prol das necessidades das mulheres do campo. “É por meio do Fórum que identificamos e reforçamos as políticas públicas para as demandas das trabalhadoras rurais. Vamos trabalhar juntas, cada vez mais, para o desenvolvimento de todas as mulheres”, destaca Giselle.

 

Durante o encontro, foram apresentados os resultados de pleitos anteriores, como, por exemplo, a disponibilização de uma nova linha de transporte público – 409.1, que faz o percurso circular Brazlândia / Taguacenter (Capãozinho / Chapadinha / DF 430). As ações de saúde e a realização de exames de mamografia, preventivo e colocação de DIU em parceria com o SESC, para cerca de 90 mulheres do Quilombo Mesquita, também foram pontuadas.

 

Para Jamile Ramos, trabalhadora rural do assentamento José Wilker de Sobradinho II, o encontro com as demais mulheres do Fórum traz benefícios a todas as famílias. “Queria agradecer ao Fórum por ter atendido à nossa comunidade. Tínhamos muita dificuldade de acesso ao Posto de Saúde da região de Sobradinho II, e agora, depois de pedirmos, a equipe de enfermeiros e médicos vai até a nossa comunidade, visita as cerca de 150 famílias. Minha mãe, de 80 anos e com dificuldade de locomoção, é atendida em casa. Mais uma vez, agradeço e valorizo o que cada uma de nós contribui aqui para melhorar a vida de todos”, completa Jamile.

Governo do Distrito Federal