Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/08/13 às 17h50 - Atualizado em 29/10/18 às 11h13

Secretaria da Mulher e BPW se reúnem com comitiva chinesa na Associação Comercial

COMPARTILHAR

Nesta terça-feira, 13, a Secretária de Estado da Mulher do Distrito Federal, Olgamir Amancia Ferreira, participou de um encontro com Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Brasília e com uma delegação de 20 mulheres chinesas, de diversas províncias do país oriental, vinculadas à Federação Nacional das Mulheres da China – “All China Women’s Federation”. A comitiva veio ao DF para conhecer políticas voltadas para questão de gênero da capital do país.
“Esse intercâmbio de ideias é importantíssimo para que possamos trocar experiências e ver como estamos em relação a outras partes do mundo. Por meio da nossa rede de enfrentamento à violência e do programa Rede Mulher, nós conseguimos atender às mulheres do Distrito Federal na sua totalidade. Atuamos no combate à violência, levamos a discussão sobre gênero e patriarcado para todas as regiões, além do trabalho voltado para a saúde da mulher e capacitação profissional”, resumiu Olgamir.
O encontro, que aconteceu na sede da Associação Comercial do Distrito Federal – ACDF, no Setor Comercial Sul, foi organizado pela Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Brasília – BPW-DF. Com música e interação entre as mulheres dos dois países, a secretária Olgamir expôs as diretrizes do programa Rede Mulher, eixo de trabalho da Pasta.
“Trata-se de política pública intersetorial, multidisciplinar e integrada. Desenvolvemos várias ações a partir do Rede Mulher. Cada um com objetivos bem específicos. Entre elas, posso destacar o “Mutirão de Informação, Formação e Cidadania”. Graças a ele, chegamos às mulheres das localidades mais distantes e humildes e oferecemos a elas informações sobre a Lei Maria da Penha – especialmente sobre as várias formas de violência contra a mulher – e a respeito dos serviços especializados de atendimento à mulher vítima de violência”, explicou.
Mulheres no mercado de trabalho – As 20 mulheres da comitiva chinesa vieram ao Distrito Federal para conhecer políticas voltadas para a população do sexo feminino. Empreendedoras e líderes de suas respectivas associações na China, elas também conheceram os programas da Secretaria da Mulher com foco em inserir as mulheres no mercado de trabalho.
Em junho deste ano, foi lançado o projeto Selo Rede Mulher, iniciativa integrada ao Plano Rede Mulher. “O objetivo do Selo Rede Mulher é promover o reconhecimento, a valorização e a autonomia das artesãs e trabalhadoras manuais do Distrito Federal”, explica Olgamir Amancia.
O projeto também aponta para o fortalecimento da implementação da Lei nº 4.899/2012, que institui a Política Distrital de Fomento à Economia Popular e Solidária – que têm como princípios a igualdade de gênero; a valorização da autogestão, cooperação e solidariedade; do comércio justo; e do consumo ético, entre outros.
O Selo Rede Mulher está estruturado sob o programa Rede Mulher Artesã. Um dos objetivos principais deste programa é construir alternativas efetivas para a inclusão socioprodutiva das artesãs e trabalhadoras manuais, por meio de instrumentos que promovam a valorização de seus trabalhos e a aproximação com o setor de comércio e serviços para viabilizar o escoamento da produção.
Para que esta aproximação seja ainda mais efetiva, a Secretaria da Mulher realiza reuniões periódicas com instituições como a Associação Comercial do Distrito Federal e a Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais com o intuito de instituir a Rede Mulher de Comércio Justo e Solidário. “Trabalhamos de forma sistematizada e unificada para que o Selo, entre outras vantagens, sirva como ferramenta de reconhecimento dos valores agregados à produção das artesãs e de promoção de sua autonomia socioeconômica”, esclarece Olgamir Amancia.